Tratamento para o Alcoolismo

Muitos pensam que os efeitos do álcool no organismo se limitam apenas à embriaguez, porém, é muito mais do que isso.

Após o consumo, o álcool é absorvido no intestino e entra na corrente sanguínea, e assim, é transportado para todo o organismo, principalmente para o cérebro.

É claro que os efeitos imediatos dependem da quantidade de álcool e o grande problema é quando consumido com frequência, o que pode afetar a saúde física, mental, e até levar à dependência.

Portanto, para você entender o que o álcool pode causar a curto, médio e longo prazo, preparamos um pequeno guia com todas as informações.

Quais efeitos do álcool no organismo?

Para entender os efeitos do álcool no organismo, saiba que, assim que chega à corrente sanguínea, ele é levado para todas as partes do corpo, sendo o fígado que permite eliminá-lo completamente.

Como se trata de um produto psicoativo, isto é, age sobre o funcionamento do cérebro, ele modifica a consciência e as percepções.

No entanto, esses efeitos produzidos pela ingestão de álcool dependem de muitos fatores: a quantidade, a composição química da bebida, a frequência, sexo e idade.

O álcool pode provocar sérios danos à saúde física quanto psíquica, e os principais são:

  • Diminuição dos reflexos;
  • Tremores;
  • Náuseas;
  • Dores de cabeça;
  • Insônia;
  • Perda de apetite;
  • Taquicardia;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Baixa autoestima;
  • Dificuldade de concentração;
  • Problemas de memória;
  • Agressividade;
  • Isolamento;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Cirrose;
  • Câncer.

Esses são apenas alguns efeitos, e não são poucos, que podem afetar a vida pessoal e profissional do indivíduo, no entanto, eles negam que existe um problema e que precisam de um tratamento para alcoolismo.

Cabe então aos familiares e amigos ajudarem, especialmente para garantir a sua saúde.

Quais as consequências do álcool no comportamento?

Já demos alguns exemplos de efeitos do álcool no comportamento, mas vale a pena falar um pouco mais.

O álcool modifica as reações diante de uma determinada situação, onde a pessoa se torna menos consciente de seus atos, podendo agir de forma mais agressiva, tanto em relação aos outros quanto à ela mesma.

Por exemplo, dirigir sob o efeito de álcool é a maior causa de acidentes de trânsito e morte entre jovens.

Também afeta a capacidade de impor limites, aumentando o risco de ter uma relação sexual não desejada ou sem proteção.

É importante ter em mente que a pessoa está doente e precisa de ajuda, e consultar um profissional para tratamento de dependência química é uma ótima ideia.

O que é dependência alcóolica?

Embora o álcool promova um efeito de bem-estar em muitas pessoas, o risco de desenvolver uma dependência está sempre presente, mesmo se a pessoa não tiver antecedentes de alcoolismo na família.

Um dos sinais da dependência ao álcool é o desejo de consumir frequentemente, não importa a situação.

A pessoa tem sérias dificuldades em controlar a quantidade, e mesmo sabendo de todos os efeitos do álcool, não consegue parar.

Dessa forma, quando a dependência está afetando a qualidade de vida da pessoa e de quem está à sua volta, a melhor saída é buscar uma clínica de recuperação.

Tudo o que ela precisa é de um suporte e poder superar tudo isso da melhor forma possível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *